Em primeiro lugar, a manta da TMN não é grande coisa – não sei para quem é aquilo, mas para pessoas normais não é de certeza, acho que precisava de duas ou três para fazer uma manta normal. O comprimento até é razoável, mas a largura só dá para a Olívia Palito… Os puffs, em compensação, dão uma cama razoável, melhor que o chão.

Ter dormido apenas duas horas não está a contribuir para o meu bom humor, e o grau de exigência disparou em relação às palestras – não que estejam a ser piores, tenho é menos paciência.

Everything OAuth

Aqui está um bom exemplo de um tema interessante completamente destruído pela falta de à vontade do speaker. Apesar de ter focado tudo o que é importante sobre OAuth, como autenticação e autorização, assim como integração com os vários serviços que o usam (Facebook, Twitter, Google, entre outros), a discurso meio aos solavancos, assim como o inglês meio manhoso, deram mais sono do que vontade de ir a correr experimentar.

O speaker, Bruno Pedro, não tem o inglês como primeira língua, pelo que é perfeitamente compreensível; mas é pena – eu gostava de ter gostado.

Seja como for, e agora que escrevo estas linhas, é uma tecnologia a investigar um pouquinho mais, sobretudo quando cada vez mais aplicações web a suportam.

Strategies in stochastic games with imperfect information: No Limit Texas Hold'em Poker

Quando se junta Poker com Inteligência Artificial, está pronto a ir ao forno; se o speaker tiver um muito cerrado sotaque nortenho, tem ainda mais sal – até porque, apesar do título inglês, a apresentação foi dada em Português (ou em portuense, vá). Infelizmente, o tempo esgotou-se rapidamente com a explicação do Poker em si, pelo que a parte mais interessante teve de ser apressada.

Ainda assim, foi uma apresentação bastante interessante. Se eu já não tivesse não sei quantos projectos pendentes, aí estava uma aplicação engraçada para construir, um poker advisor.

Outras coisas

Neste momento estou a assistir a três palestras em simultâneo (vantagens de estar numa mesa de onde vejo os três palcos secundários), mas nenhuma delas me dá vontade de me levantar e ir ouvir melhor. Ali na esquerda alta fala-se de processadores gráficos e rendering, aqui na esquerda baixa uma menina muito pequenina e simpática fala sobre processos criativos e aqui à direita um tipo com aspecto de quem consegue hackar o meu relógio de pulso fala sobre testes de segurança em aplicações web.

Ainda estive sentado alguns minutos neste último, mas a apresentação começou logo por afirmar que não ia focar a prevenção… Fui mandar uma cafézada e um Red Bull, que a coisa não está por menos…

Enquanto não chega a hora do tacho, ainda vou brincar um bocadinho mais com o surface computer da Microsoft, que o laguinho de ontem não me chegou, e ver se o Kinect tem patada para destronar a Wii.

Partilhar no Sapo Links Partilhar no del.icio.us Partilhar no Digg Partilhar no Twitter Partilhar no StumbleUpon Partilhar no MySpace Partilhar no Facebook

Comentários Deixar um comentário

 Categorias
 Arquivo
 Projectos em Destaque
 Últimas Postas no Blog
 Últimos Comentários do Blog